As Portas Automáticas favorecem o Bem-Estar dos seus clientes, graças à Neuroarquitectura

Um dos valores que os arquitectos mais têm em conta quando projectam um novo edificio é a comodidade das pessoas dentro do mesmo e nas suas imediações. Seja um centro comercial, um hotel, um restaurante, um hospital, um aeroporto ou habitação própria, uma das chaves do desenho arquitectónico baseia-se no bem-estar de quem transita pelo interior do imóvel.

A neuroarquitectura é uma ciência que busca precisamente fazer sentir bem as pessoas, afectando, de forma positiva, as suas emoções e sentimentos. De entre as suas características, podemos destacar aspectos como a iluminação natural do espaço, a sua acústica, as zonas verdes que o integram e rodeiam, a altura dos tectos, as cores do chão, paredes e mobiliário, bem como os elementos arquitectónicos da estrutura geométrica do edifício, como os ângulos e as formas. Com isto, não se consegue somente que os visitantes desse lugar se sintam bem, como também que escolham esse mesmo lugar no futuro, caso tenham ou sintam necessidade de regressar, e não somente optem pela vertente da competência do mesmo. Por exemplo, no caso de um comércio ou restaurante.

Um dos elementos que formam parte deste conceito de arquitectura é a integração de portas automáticas nos acessos ao exterior, assim como na diversidade de estâncias internas que possa haver no edifício. Os acessos inteligentes favorecem o tráfego de pessoas e dão um toque de modernidade e vanguardia, assim como avançada alta tecnologia, ao espaço em que são instalados.

Exemplos de Neuroarquitectura e Portas Automáticas


As portas automáticas Manusa proporcionam uma rápida abertura de forma a permitir a pasagem e podem ser integradas em qualquier espaço como mais um elemento do imóvel que permite passar a luz natural procedente do exterior, ao contar com folhas de vidro transparentes. Graças à equipa de profissionais que desenham, fabricam e instalam estes elementos em todo o tipo de edifícios, alcançam-se altos níveis de bem-estar e conforto, tanto para funcionários como para clientes.

Quais os accessos inteligentes ideais?

Se nos referirmos em concreto à neuroarquitectura sanitária também podemos incluir as portas automáticas herméticas nos seus modelos de correr, batente e envidraçada. No caso de um hospital é vital que os seus utentes se encontrem em perfeitas condções de bem-estar e os acessos inteligentes Manusa ajudam a isso mesmo.

A neuroarquitectura influi directamente no cérebro humano e, através da mesma, pretende-se reduzir o stress, aumentar o conforto e, dessa forma, as pessonas consideram o edifício um espaço saudável. Além disso, melhora a concentração dos funcionários. Tal repercute-se, de forma positiva, no lugar e no negócio ou empresa que o gestione, no caso de ser un espaço con ânimo do lucro.

É arquitecta ou arquitecto e quer incorporar as portas automáticas no seu projecto de neuroarquitectura? Contacte agora connoso e trabalhe de mão dada com a nossa equipa de profissionais. De igual forma, no caso de ter um negócio e desejar melhorar a estância dos seus clientes, incluindo, de forma positiva, os cinco sentidos, recomendamos-lhe instalar acessos inteligentes.
Compartilhe e comente
Juan Pérez
Constructor
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vitae tristique lectus donec Etiam fermentum augue in sagittis viverra. Suspendisse dapibus turpis lacus, mattis scelerisque nunc posuere non. Suspendisse eu porta nisl. In hac habitasse platea dictumst.

Soluciones aplicadas en este proyecto

img
Puertas Automáticas
img
Puertas Industriales
img
Puertas Seccionales