Barcelona, España

Manusa fornece sistemas de acesso no Bloco Cirúrgico da Nova Oftalmologia na Clínica Hospitalar

Hospitais

A Manusa instalou diferentes portas automáticas no novo Bloco Cirúrgico de Oftalmologia na Clínica Hospitalar de Barcelona. Trata-se de um projecto arquitectónico na vanguarda do design espacial, utilizando a mais recente tecnologia liderada pelo gabinete de arquitectura Estudi PSP Arquitectura em Barcelona.

Numa área de 1.000 metros quadrados, a PSP trabalhou em conjunto com profissionais de saúde e engenheiros com o objectivo de alcançar a melhor solução arquitectónica para as novas instalações. A área contém quatro salas de operações com a tecnologia mais avançada no campo da oftalmologia.

Vantagens da Automatização de Portas na Arquitectura dos Cuidados de Saúde

As portas automáticas concebidas explicitamente para estes quatro blocos operatórios ajudam a manter a higiene e segurança nestes espaços delicados, ao mesmo tempo que garantem um nível óptimo contínuo de limpeza, bem como proporcionam uma elevada resistência a bactérias e outros agentes tóxicos. A sua hermeticidade também ajuda a fornecer uma vedação excepcional contra poeira e partículas de ar, minimizando o seu fluxo e a transmissão de bactérias patogénicas e outros contaminantes.

Para este projecto, foi essencial repensar tudo o que diz respeito ao fluxo, intersecções e circulação de pessoas, uma vez que, graças às portas automáticas herméticas, as áreas podem ser seccionadas e, ao mesmo tempo, as intersecções, infecções e doenças podem ser prevenidas.

Neste bloco cirúrgico, cuja concepção se baseia nos princípios da neuroarquitectura e da humanização dos espaços, o bem-estar físico e mental das pessoas, tanto dos pacientes como dos profissionais de saúde, é primordial. No interior, são instaladas quatro portas automáticas de correr, assim como uma porta divisória hermética que só abre em caso de emergência ou incêndio, quatro grandes portas automáticas herméticas com painel de visualização, e três pequenas portas automáticas herméticas sem painéis de visualização para as salas de operações.

Como afirma Clara Rius, arquitecto parceiro da Estudi PSP Arquitectura, para um projecto de saúde como este "é fundamental poder automatizar o acesso e ter o controlo das portas, e para isso trabalhámos desde o início com a equipa Manusa, com o objectivo de encontrar soluções que satisfaçam os requisitos de um espaço como este, que alberga salas de operações inovadoras".

automatic door with light automatic door light color hospital

Um benefício adicional destas portas é o facto de incluírem, na sua parte superior, um sistema de luzes de cores diferentes que indica se as salas de operações estão a ser utilizadas, vazias ou a ser limpas. Além disso, sugerimos a realização de alguns painéis de visualização orgânicos que correspondessem ao desenho dos pisos e ao acabamento das paredes, e que estejam alinhados com a arquitectura do bloco cirúrgico", explicou Rius.

Juntamente com estas inovações, e a fim de proteger as pessoas contra vírus e bactérias, foi instalado um sistema sem contacto em cada porta, para que não seja necessário tocar na porta para a abrir.

Um projecto de arquitectura de cuidados de saúde em que a PSP e a Manusa continuaram a criar sinergias para melhorar a qualidade do ambiente de trabalho do pessoal médico e de enfermagem, e para ajudar os pacientes numa altura sensível, quando necessitam de se submeter a cirurgia oftalmológica.